Sábado, 20 de Junho de 2009

Dicas sobre a Republica Checa - 18.º Encontro Mundial dos Amigos do Citroën 2CV

Neste artigo vou deixar só algumas dicas, com base na minha experiência, para quem vai circular pelas estradas da República Checa.

 

Como já referi nos artigos anteriores, não é minha intenção escrever um guia de viagem ou turístico. Na página do Turismo da República Checa e nos muitos Guias Turísticos à venda sobre Praga e a República Checa podem encontrar muita a informação sobre o pais.

 

Então aqui ficam as dicas e indicações:

 

Placa informativa de trânsito - Sinal de transito - Foto por chosadesign

 

- boa sinalização e indicações rodoviárias:

A exemplo de países vizinhos como por exemplo a Alemanha, de forma geral as estradas estão devidamente sinalizadas e há indicações por todo o lado. Quando se conhecem os nomes checos das localidades a orientação, mesmo sem GPS, é fácil. Atenção ao código de cores do fundo das placas: fundo azul indica estradas nacionais e fundo verde indica auto-estradas ou vias-rápidas.

 

- estradas em geral bem conservadas:

Ao longo das já centenas de quilómetros percorridos na República Checa nunca me deparei com estradas com piso em más condições. De uma forma geral muitas das Auto-Estradas ainda “cheiram a novo” e as estradas nacionais que percorri tinham todas bom piso.

 

- condução agressiva e tráfico desordenado:

A Forbes Travel no artigo Europe's Most Dangerous Drivers de finais de 2007 cita dados da OCDE que indicam que a Rep. Checa está entre os 10 países com mais vítimas por acidentes de viação. Desde 2007 já houve alguma evolução, no entanto por exemplo o trânsito em Praga e nos seus acessos continua muitas vezes caótico e intenso. Também as viagens nas estradas nacionais podem conter alguma emoção. Por um lado uma geração de condutores com o pé muito pesado que circula a elevadas velocidades e faz continuamente ultrapassagens e por outro veículos lentos, como tractores e alguns de tracção animal, que surgem muitas vezes sem se saber de onde e originam travagens violentas e situações algumas vezes complicadas.

 

- é obrigatório circular durante todo o ano com os médios acesos:

Regra importante a não esquecer, por um lado ao iniciar a viagem e por outro quando se chega ao destino... Senão ao outro dia só pega de manivela. Esta imposição, na minha opinião, é muito positiva no campo da Segurança Rodoviária, aumentando a visibilidade de todos os veículos.

 

- para circular em algumas auto-estradas é necessário um selo:

A exemplo de outros países como a Áustria ou a vizinha Eslováquia é necessário comprar estes selos ou vinhetas e colar no vidro. Estes selos podem ser compradas em estações de serviço, em postos junto à fronteira ou em estações do Correio, havendo selos com diversas validades 1 semana (CZK 200 = ca. 7,5 EUR) / 1 mês (CZK 300) / 1 ano (CZK 900). Convém comprar, para se circular com mais a vontade, se não, é muito provável ser-se multado, fala a experiência...

 
- atenção aos radares:

É frequente haver radares devidamente identificados em algumas auto-estradas e vias rápidas, por exemplo em Praga e nos seus acessos. No viamichelin podem ser encontrados os radares fixos

Para além disso já deparei algumas vezes com radares dissimulados em estradinhas nacionais. Normalmente à entrada de algumas localidades também há radares. Tanto quanto fui informado, ao contrário por exemplo da vizinha Alemanha, estes radares são somente “informativos”... Mas nunca se sabe, mais vale respeitar os limites dentro das localidades.

 

- tenha cuidado onde deixa o carro estacionado e o que deixa lá dentro:

A República Checa é um pais com fama de haver muitos roubos de automóveis e dentro de automóveis. Na minha opinião o Citroën 2CV não deverá ser um veículo cobiçado, mas sendo um veículo “fora do normal” pode chamar a atenção e convidar ao roubo de objectos no seu interior. “Não deixe nada à vista.” é a frase que com mais frequência ouço dita pelos recepcionistas dos hotéis. Normalmente os checos não deixam no carro, mesmo quando param para almoçar num restaurante, computadores ou outros equipamentos informáticos. Falando em Hotéis, especialmente em Praga, os preços a pagar para estacionar o carro na garagem do Hotel são em alguns casos muito inflacionados.

Outros artigos sobre o Encontro Mundial

Locais a visitar à margem do 18.º Encontro Mundial dos Amigos do Citroën 2CV

A propósito do 18.º Encontro Mundial dos Amigos do Citroën 2CV

 

Este artigo faz parte da série: 18.º Encontro Mundial dos Amigos do Citroën 2CV

 

publicado por Nuno Rocha às 22:37
link do post | comentar | favorito
Related Posts with Thumbnails

Rede Paixão 2CV

Página | Blogue | 2CV Market


Crie o seu produto Citroën 2CV personalizado!

Citroen 2CV T-Shirts

posts com interesse

Novo Citroën 2CV – Dois Cavalos – Tudo o que já foi dito!

Já verificou se a matrícula do seu Citroën 2CV – Dois Cavalos foi cancelada?

posts recentes

Os clássicos são um bom i...

O regresso do guarda-chuv...

Boas Festas

Ganhe um de três Citroën ...

Entrevista a Luís Silva, ...

Citroën 2cv... Um project...

Água, um bem escasso como...

O Citroën 2CV - Dois Cava...

Este verão a família dive...

Já se passaram 20 anos!

pesquisar neste blogue

 

arquivos

blogs SAPO

Statcounter