Sexta-feira, 18 de Maio de 2007

Inaugurado Museu Flaminio Bertoni - criador do Citroën 2CV

Foi inaugurado no passado dia 10 de Maio de 2007 o Museu Flaminio Bertoni em Varese, Itália.

 

Para os não tão familiarizados com o Citroën 2CV, Flaminio Bertoni foi o desenhador responsável pela criação do Citroën 2CV.

 

Os seus desenhos, por muitos dos seus contemporâneos considerados radicais ou demasiado avançados para o seu tempo, marcaram de forma decisiva o mundo automóvel no período pós-guerra.

 

Sendo um grande admirador de Leonardo Da Vince, Bertoni iniciou a sua carreira como escultor. O seu gosto pelos automóveis nasce mais tarde, fruto do seu ingresso como desenhador na empresa “Carrozzeria Macchi”.

 

1931 será uma ano que marcará Bertoni. É por essa altura que ele se apaixona por Giovanna Barcella. No entanto esse romance não é aprovado pela mãe de Bertoni.

 

Assim, em Outubro desse ano, Flaminio Bertoni e Giovanna Barcella fogem para Paris.

No ano seguinte 1932 Flaminio Bertoni é admitido na Citroën.

 

A sua primeira criação para a Citroën é a “Traction Avant”.

 

Este veículo foi concebido por Flaminio Bertoni em apenas uma noite. Pela primeira vez na história do automóvel é utilizado, para a concepção de um novo veículo, um modelo tridimensional – modelo em plasticina – em lugar de um desenho no papel.

 

 

Esta abordagem revolucionária para a altura é uma marca visível de um homem que nunca se deixou intimidar pelos “dogmas estilísticos da época” e partia para cada um dos seus novos projectos com uma “folha em branco”. Criando obras que se amam ou que se odeiam, não havendo meio-termo.

 

Em 1935, sob orientação de Boulanger, inicia o projecto T.P.V. que mais tarde irá dar origem ao Citroën 2CV. Trabalho que será interrompido pela a Segunda Guerra Mundial.

 

Terminada a Segunda Guerra Mundial, em 1945,  regressa à Citroën e ficará encarregue dos projectos T.P.V. e V.D.G (sucessor da “Traction Avant”).

 

A 27 de Março de 1947 é apresentado no 7.º Salão Automóvel de Paris o Citroën 2CV, a sua segunda obra, o qual, como nós sabemos, tornar-se-á um fenómeno mundial.

 

Oito anos mais tarde, em 1955, é apresentada aquela que por muitos é considerada como a sua obra-prima de desenho automóvel – o Citroën DS 19. Este veículo, consideravelmente avançado para a época em que foi apresentado, é um dos marcos da história automóvel do último século.

 

Com a concepção do Citroën DS 19, Flaminio Bertoni ganha por direito próprio um lugar entre os Mestres do Desenho Automóvel.

 

A sua última criação na área do desenho automóvel foi o Citroën Ami 6.

 

Paralelamente ao seu trabalho de desenhador automóvel, Flaminio Bertoni continua a sua actividade de escultor e arquitecto. Tendo participado em diversas exposições e tendo recebido diversos prémios e condecorações ao longo da sua carreira.

 

Virá a falecer no dia 7 de Fevereiro de 1964.

 

Ver aqui biografia completa.

 

Fotografias de www.flaminiobertoni.it

publicado por Nuno Rocha às 13:23
link do post | comentar | favorito
Related Posts with Thumbnails

Rede Paixão 2CV

Página | Blogue | 2CV Market


Crie o seu produto Citroën 2CV personalizado!

Citroen 2CV T-Shirts

posts com interesse

Novo Citroën 2CV – Dois Cavalos – Tudo o que já foi dito!

Já verificou se a matrícula do seu Citroën 2CV – Dois Cavalos foi cancelada?

posts recentes

Os clássicos são um bom i...

O regresso do guarda-chuv...

Boas Festas

Ganhe um de três Citroën ...

Entrevista a Luís Silva, ...

Citroën 2cv... Um project...

Água, um bem escasso como...

O Citroën 2CV - Dois Cava...

Este verão a família dive...

Já se passaram 20 anos!

pesquisar neste blogue

 

arquivos

blogs SAPO

Statcounter